Momento correto de aplicação do fungicida pode potencializar sua ação e reduzir os prejuízos e o risco para as lavouras

Publicado em 25/06/2015 10:49 e atualizado em 25/06/2015 14:49 692 exibições
VII CBSoja: Controle e combate de doenças podem ser otimizados com a aplicação casada de fungicidas protetores e curativos. A prática, aliada ao acompanhamento das recomendações técnicas e do momento correto de aplicação desses produtos, reduz a exposição das lavouras ao risco e a perda de produtividade.

O controle de doenças e a diminuição dos riscos de resistência, estão relacionados a boas práticas de manejo e ao uso correto dos produtos, respeitando a dose e os períodos de aplicação.

Os fungicidas protetores, também são uma alternativa para potencializar a ação dos fungicidas curativos e reduzir os casos de resistências nas lavouras. Segundo Everson Zin, engenheiro agrônomo da Bayer, "é preciso manter a dose e o posicionamento do produto principal, e os produtos protetores devem ser complementares ao principal produto, sem reduzir dose, números de aplicação ou momento de aplicação", explica.

Além disso, os produtores precisar estar atentos às regras de aplicação, que variam de acordo com a cultura, a região produtora, o clima e os tipos de variedades. E com objetivo de fornecer essas informações o projeto "De Primeira, Sem Dúvida", traz um acompanhamento em tempo real de lavouras, com objetivo de mostrar o momento certo para aplicar fungicidas.

Com início em 2014, o projeto acompanhou seis áreas de soja em todo o país, contanto com o apoio de pesquisadores que fornecem, através do sistema, informações sobre as condições e necessidades de aplicações dos produtos.

"Neste ano teremos duas áreas de inverno (trigo) no Rio Grande do Sul, que estarão disponíveis por duas semanas. E devido ao sucesso, aumentaremos para 10 as áreas de soja no verão com a mesma metodologia", explica o engenheiro agrônomo.

O sistema permite, através do cadastramento, que os produtores recebam alertas de atualizações. Além disso, no site do projeto está disponível um histórico sobre a última safra de soja, com depoimentos de pesquisadores e os resultados do projeto.

Por:
Carla Mendes e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário