Relatório da CPI da Funai que pede indiciamento de quase 100 pessoas deve ser aprovado até a próxima semana

Publicado em 10/05/2017 15:11 493 exibições
Confira a entrevista com Alceu Moreira - Dep. Federal PMDB - RS
Ministro Luiz Fux , do STF, atende pedidos da CPI e autoriza a quebra do sigilo bancário e fiscal do Centro de Trabalho Indigenista (CTI), e de seus administradores. Votação do relatório final é suspensa

Podcast

Alceu Moreira - Dep. Federal PMDB - RS

Download

Hoje, às 10h, deveria ser votada a CPI da Funai. Entretanto, a sessão de votação foi suspensa após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux liberar a quebra do sigilo de dados de investigados nessa CPI.

Havia uma resistência por parte da oposição em relação à quebra desse sigilo. Com isso, os integrantes da CPI entraram com um mandado de segurança para permitir a utilização desses dados, argumentação que foi aceita por Fux.

De acordo com o deputado federal Alceu Moreira (PMDB-RS), a CPI deve ser reaberta ainda na tarde de hoje, integrando o relatório já com esses dados. São quase 100 pessoas que possuem pedido de indiciamento.

O deputado afirma que, com a realização da CPI, a Funai poderá ser reorganizada e políticas públicas poderão ser feitas para que índios possam "plantar e colher como qualquer cidadão brasileiro", diz.

Após a CPI, o relatório será enviado à Polícia Federal e à Procuradoria Geral da União para instaurar um inquérito em definitivo. Moreira acredita que os trabalhos serão concluídos até o prazo de encerramento, 26 de maio.

Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário