Cenário de recuperação econômica está consolidado para 2018, mas a continuidade dessa retomada ainda é dúvida após as eleições

Publicado em 20/11/2017 14:54 833 exibições
Cenário positivo também deve ser observado na pecuária, após um ano com queda no consumo de quase todas as proteínas animais, exceção apenas para o ovo

LOGO nalogo

Alexandre Mendonça de Barros, analista da MBAgro, avalia a recuperação econômica do Brasil como "sólida", devendo se estender ao longo de 2018. Para 2019, uma continuidade, segundo ele, "depende de quem será eleito" para a presidência do país.

Mendonça de Baros visualiza um desemprego em queda, a queda dos juros e o aumento do consumo de produtos dependentes de crédito como propulsores dessa recuperação. Para o setor das proteínas animais, ele também aponta uma recuperação no consumo. "Só para citar o leite, a oferta cresceu 7% nesta ano, segundo o IBGE", conta o analista.

O analista da MBAgro acredita, também, que é hora de os produtores começarem a investir em sua produção. Devido à queda importante nos preços dos grãos em 2017, a reposição foi mais barata e o potencial é de que, com a expectativa de uma grande oferta mundial destes mesmos grãos, os custos devem continuar favoráveis ao setor pecuário. Contudo, a indefinição política deve ser um ponto de atenção. "Não dá para fazer grandes investimentos, mas dá para encarar um cenário um pouco melhor", acrescenta.

A questão em torno do frigorífico JBS colaborou para que os concorrentes aumentassem seu posicionamento, com um crescimento nos abates. O frigorífico, por sua vez, retoma seus negócios e deve seguir atuando de maneira positiva.

Por fim, Alexandre Mendonça de Barros diz que a MBAgro aposta em um crescimento de 3,5% para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil no próximo ano.

Por:
Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário