Publicidade
HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Regiões oeste e norte do Paraná podem perder até 80% do milho safrinha

Publicado em 02/07/2021 15:28 e atualizado em 02/07/2021 16:44 2130 exibições
Márcio Bonesi - Presidente da Aprosoja PR
Lavouras já tinham sofrido com falta de chuvas e agora perderam potencial produtivo após geadas dos últimos dias

Podcast

Regiões oeste e norte do Paraná podem perder até 80% do milho safrinha

Download

Logotipo Notícias Agrícolas

As geadas que aconteceram no Paraná impactaram muito as lavouras da segunda safra de milho. Especialmente nas regiões oeste e norte do estado, as perdas de produtividade devem ser muito grandes.

Segundo o presidente da Aprosoja Paraná, Márcio Bonesi, as lavouras nessas regiões estavam mais atrasadas e mais suscetíveis aos estragos das geadas. Com isso, as perdas nessas áreas devem rondar os 80%.

geada milho paraná julho 21 marcio bonesi (1)

Publicidade

Para uma avaliação mais completa no estado todo ainda será preciso mais alguns dias. A liderança aponta que as perdas já eram estimadas em cerca de 30% devido a falta de chuva e, com certeza, serão ainda maiores.

Diante dessa realidade, a recomendação do presidente é que os produtores procurem as cooperativas e empresas com quem fecharam contratos para buscar renegociação já que não haverá grãos suficientes para anteder todos os contratos.

geada milho paraná julho 21 marcio bonesi (3)

Outra preocupação destacada por Bonesi é a curta janela que estará disponível entre o fim da colheita do milho e o início do plantio da soja, deixando pouco tempo para os produtores realizarem correções no solo.

geada milho paraná julho 21 marcio bonesi (6) geada milho paraná julho 21 marcio bonesi (8)

Confira a entrevista completa com o presidente da Aprosoja PR no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário