HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Milho sofre com a estiagem em Laguna Carapã/MS e perdas já podem chegar em 60% caso não chova nos próximos dias

Publicado em 09/04/2021 10:49 e atualizado em 09/04/2021 11:29 2288 exibições
Antônio Rodrigues Neto - Técnico Agrícola da Casa da Lavoura de Dourados
Situação das lavouras difere de acordo com período de plantio, mas todas as áreas já sentem os impactos do período seco. Além do clima, produtores se preocupam com alta pressão de pragas como lagartas e cigarrinha

Podcast

Milho sofre com a estiagem em Laguna Carapã/MS e perdas já podem chegar em 60% caso não chova nos próximos dias

Download

LOGO nalogo

O plantio da safrinha de milho foi atrasado e as lavouras do cereal já estão sofrendo com as condições climáticas adversas em Laguna Carapã no Mato Grosso do Sul. Todas as lavouras já sentem os reflexos negativos, mas a intensidade varia de acordo com a data de plantio.

Segundo o técnico agrícola da Casa da Lavoura de Dourados, Antônio Rodrigues Neto, as lavouras plantas mais cedo já estão em fase de pendoamento e sofrem mais com a falta de chuvas podendo ter perdas de até 60% caso as precipitações não voltem nos próximos 5 dias.

As médias estão entrando em pendoamento e já podem ter perdas entre 20 e 30%. Enquanto as plantadas mais tarde e mais fora da janela ideal estão se desenvolvendo melhor, mas também vão precisar de chuva nos próximos dias.

O técnico agrícola relata que existem previsões de precipitações para o dia 14 de abril e para o dia 21 de abril, mas são previsões pequenas e que podem não se confirmar.

Além das dificuldades climáticas, os produtores da região também precisam se preocupar com a alta pressão de pragas como lagartas e cigarrinhas. A recomendação de Rodrigues Neto é para que as aplicações sigam acontecendo mesmo com o tempo seco.

Confira a íntegra da entrevista com o técnico agrícola da Casa da Lavoura de Dourados no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário