HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Safrinha atrasada aumenta risco climatico e necessidade de seguros, mas pragas e doenças não estão cobertas

Publicado em 17/03/2021 11:39 1047 exibições
Fabio Damasceno - Diretor de Agronegócio da Fairfax Brasil
Contratação do seguro deve ser feita juntamente com a campra dos insumos e garante indenização contra prejuízos cusados por diversas questões climáticas. Cigarrinha e Enfezamento, que são grandes preocupações da segunda safra 2021 não estão cobertas pelas seguradoras

Podcast

Safrinha atrasada aumenta risco climatico e necessidade de seguros, mas pragas e doenças não estão cobertas

Download

LOGO nalogo

O plantio da segunda safra de milho está atrasado no Brasil e com isso os riscos para as lavouras ficam maiores. As condições climáticas no inverno podem ocasionar prejuízos na produção em função de geadas, frio ou falta de chuvas.

Neste cenário, cresce a importância do produtor ter sua lavoura segurada. O diretor de agronegócio da Fairfax Brasil, Fábio Damasceno, explica que os seguros cobrem impactos causados por questões climáticas como seca, geada, tromba d’água, ventos fortes, etc, e pode ser acionado desde o momento do plantio até o desenvolvimento das lavouras.

O ataque de cigarrinhas e o aumento dos casos de enfezamento do milho são outras questões que estão preocupando os produtores brasileiros nesta segunda safra. Porém, neste caso, o especialista destaca que não existe cobertura de seguros disponíveis no momento para pragas e doenças.

O momento ideal para o produtor segurar a sua lavoura é na mesma hora da compra dos insumos necessários para o plantio, como forma de incluir os valores no custeio da safra e se planejar.

Confira a íntegra da entrevista com o  diretor de agronegócio da Fairfax Brasil no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário