HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Stonex vê colheita do milho verão atrasada e espera recorde em área e produção na safrinha, mas preços ainda altos

Publicado em 08/02/2021 16:26 e atualizado em 08/02/2021 17:53 1900 exibições
Ana Luiza Lodi - Analista de Mercado da StoneX
Analista aponta que diversos outros fatores vão seguir sustentando as cotações mesmo com a entrada de mais de 82 milhões de toneladas no segundo semestre. Já a safra verão, está mais lenta do que a do ano passado e irá produzir menos do que o esperado

Podcast

Stonex vê colheita do milho verão atrasada e espera recorde em área e produção na safrinha, mas preços ainda altos

Download

LOGO nalogo

A colheita da safra verão de milho está avançando no Brasil, mas segue bastante atrasada em relação ao mesmo período do ano passado. Um levantamento da Stonex mostrou que, até a última sexta-feira (05), apenas 7% das lavouras haviam sido colhidas, contra 20% registrados até aqui na safra passada.

Além do atraso, a produção do cereal nesta primeira safra deverá ser menor do que o esperado e a consultoria reduziu suas estimativas para uma produção de 26 milhões de toneladas.

Segundo a analista de mercado da StoneX, Ana Luiza Lodi, mesmo com o avanço da colheita os preços do milho devem continuar fortes no Brasil, já que somando-se a produção da safra verão e os estoques de passagem da safra passada, as 35/36 milhões de toneladas são suficientes apenas para metade do consumo previsto.

Já para a segunda safra, a StoneX estima que a área cultivada cresça mais de 1 milhão de hectares e a produção supere 82 milhões de toneladas, batendo mais uma vez o recorde nacional.

Apesar de uma produção recorde, Lodi ainda acredita em preços elevados no segundo semestre, já que diversos fatores seguem sustendo as cotações como demanda muito aquecida, dólar, exportações e grande volume de vendas antecipadas já fechadas.

Confira a íntegra da entrevista com a analista de mercado da StoneX no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • CESAR AUGUSTO SCHMITT Maringá - PR

    Hora dos factoides... Mesmo com aumento de área da safrinha, será muito pouco provável que se consiga colher mais que 70 milhões de ton. Basta estar no campo para vivenciar isso. Mas para quem está em escritorio, com ar condicionado e cafezinho, parece que é mais facil produzir. É só apertar um botão e ..tchan... 82 milhões de toneladas.

    1
    • Alin Pedro Itumbiara - GO

      César, na planilha do Excel os números são possíveis. Mas, no armazém acho difícil ...

      1