HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Incidência de enfezamento de milho cresce em SC e RS e algumas lavouras já perdem 20% da produtividade

Publicado em 06/01/2021 10:27 e atualizado em 06/01/2021 14:22 2753 exibições
Leandro do Prado Ribeiro - Entomologista Epagri/Cepaf
Levantamento da Epagri identificou áreas em que a produtividade, que já estava prejudicada pela estiagem, será reduzida ainda mais. Produtores precisam intensificar ações preventivas para evitar o contágio pelas cigarrinhas

Podcast

Incidência de enfezamento de milho cresce em SC e RS e algumas lavouras já perdem 20% da produtividade

Download

LOGO nalogo

Os casos de enfezamento do milho têm aumentado em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, de acordo com levantamento realizado pela Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina). Em algumas regiões monitoradas, a perda de produtividade já chega à 20% devido à ação da doença.

Segundo o entomologista da Epagri, Leandro do Prado Ribeiro, o último inverno foi menos rigoroso no Sul do Brasil, o que diminuiu o controle natural das plantas de milho tiguera e aumentou a possibilidade da cigarrinha, o vetor de transmissão, se instalar nas lavouras.

Como não tem cura uma vez que já está instalada, o produtor precisa mesmo é focar nas ações preventivas. Entre elas, o controle das plantas voluntárias, escolha de híbridos resistentes, utilização de sementes tratadas e aplicação de defensivos de pré-emergência.  

Em um ano como esse, em que o potencial produtivo da safra de milho já foi prejudicado devido a estiagem que os estados do Sul enfrentaram, a importância deste controle fica ainda maior, para evitar perdas ainda maiores na produtividade e rentabilidade dos produtores.

Confira a íntegra da entrevista com o entomologista da Epagri no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário