Preço do leite ao produtor sobe em abril, mas custos de produção pressionam margens

Publicado em 04/05/2021 18:40 1982 exibições
Paulo Martins - Chefe-Geral da Embrapa Gado de Leite
Segundo especialista, o principal motivo da alta foi a menor captação em março, já que a demanda pelo leite segue enfraquecida

Podcast

Entrevista com Paulo Martins - Chefe-Geral da Embrapa Gado de Leite sobre o Mercado do Leite

Download

LOGO nalogo

Após três meses consecutivos de preços em queda, o valor pago ao produtor de leite em abril teve aumento de 2,3%, de acordo com a média Brasil feita pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Segundo o chege geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo Martins, esta alta se deve mais ao menor volume captado em março do que efetivamente a um reaquecimento na ponta consumidora. 

Leia Mais:

+ Leite, por Scot Consultotia: Preço pago ao produtor rural subiu em abril/21

+ Leite/Cepea: Com oferta limitada, preço reage e sobe 2,3% em abril

O especialista aponta que mesmo que o aumento tenha sido pequeno, atingindo a média de R$ 1,98/litro, isso "gera um sentimento de esperança nos produtores de leite". A tendência, conforme explica Martins, é que o mês de maio siga a mesma tendência, com preços aumentando devido à menor oferta, mas com a ponta consumidora mais ausente, devido à descapitalização da população. 

Apesar da expectativa de novos aumentos, os custos de produção devem continuar a pressionar as margens de lucro, já que com o período de entressafra ganhando força, as pastagens ficam menos vigorosas e é preciso complementar a alimentação do gado com ração e silagem.

"Os componentes da ração (milho e farelo de soja) estão em altos patamares de preço, e este ano quem fez silagem também precisou despender de uma quantia maior de dinheiro", disse.

 

 

 

 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário