Publicidade

Suinocultores de SC querem sair do mercado independente para a integração devido a custos de produção, diz liderança

Publicado em 30/07/2021 15:07 e atualizado em 30/07/2021 16:03 901 exibições
Losivânio de Lorenzi - Presidente ACCS
Atualmente, segundo o presidente da ACCS, o produtor independente tem cerca de R$ 200,00 de prejuízo por animal vendido

Podcast

Entrevista com Losivânio de Lorenzi - Presidente ACCS sobre o Mercado do Suínos

Logotipo Notícias Agrícolas

O Estado brasileiro que mais produz carne suína, Santa Catarina, está passando por momentos complicados na suinocultura, assim como outras praças produtoras do país. De acordo com Losivanio de Lorenzi, presidente da Associação Catarinense de Criadores de SUínos (ACCS), há um movimento de produtores que querem deixar o mercado independente e buscar a integração. 

"Não sou contra a integração, mas quando o suinocultor vê que está perdendo, mas que quer continuar na atividade, encerra o ciclo completo e vai produzir leitão de creche no sistema integrado", explica, pontuando que atualmente o produtor catarinense tem prejuízo de cerca de R$ 200,00 por animal vendido no sistema independente.

Publicidade

A pressão vem pelos custos de produção, principalmente quando se fala em milho, farelo de soja e insumos dolarizados que são adicionados à ração, conforme explica Lorenzi. 

"O problema é que se houver uma movimentação grande de saída do sistema independente para o integrado, lá na frente aqueles frigoríficos com certificação municipal ou estadual que buscam os animais no mercado independente vão abrir os olhos e ver que boa parte da produção terá migrado para a integração e ficarão sem animais para abater", aponta.

 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário