Publicidade
HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Molion prevê clima favorável para a safra 2021/22 no Brasil , mas destaca risco de veranicos em regiões da BA, MG, TO e GO

Publicado em 20/08/2021 16:20 e atualizado em 23/08/2021 11:39 19484 exibições
Luiz Carlos Molion - Climatologista
Metade Sul do RS também fica fora da rota das chuvas e exige atenção e cuidado dos produtores, principalmente para a adoção de práticas de preservação da umidade no solo

Podcast

Entrevista com Luiz Carlos Molion - Climatologista sobre o Clima

 

Nesta sexta-feira (20), o climatologista Luiz Carlos Morion concedeu entrevista ao Notícias Agrícolas e apresentou diversos detalhes sobre as condições climáticas que vão influenciar as chuvas no Brasil, tanto para a safra 2021/2022 quanto para os próximos anos.  

O primeiro ponto observado foi a condição de temperatura nos Oceanos. A região do Pacífico onde se formam os fenômenos El Niño e La Niña está em condição de neutralidade. O ponto mais animador para a chegada das chuvas é alta temperatura nas águas do Oceano Atlântico, entre o Nordeste brasileiro e África, de onde os ventos trazem umidade ao território nacional. Dessa maneira, as condições estão favoráveis para a safra 2021/2022. 

Porém, durante os próximos 10 a 15 anos, o deslocamento de massas de ar polares deve afetar a média de chuva no Brasil. De acordo com o climatologista, o planeta passa por períodos de 30 anos sob influência, ou não, de um movimento de massas de ar frio, originárias do Hemisfério Norte.  

A situação atual teve início em 2006 e deve permanecer assim até 2035. Nesses anos, durante o inverno do hemisfério Norte, Mato Grosso, oeste de São Paulo, Paraná, norte de Minas, sul do Rio Grande do Sul e oeste da Bahia passam por períodos de veranico mais frequentes, com chuvas abaixo da média. 

 

Publicidade

Volume de chuva pode ficar abaixo do esperado em alguns estados; em outros, a preocupação fico por conta do excesso

Outra forma para prever o volume de chuva esperado usada pela climatologista foi a comparação com o final de 2006 e início de 2007, em que as condições eram muito semelhantes às atuais. Portanto, deve chover abaixo da média em diversos estados do Nordeste, Goiás e Tocantins, além de parte de Minas Gerais e Mato Grosso. Em outros locais, como Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul, a preocupação fica quanto a quantidade excessiva. 

Por mais que em algumas regiões o volume de chuva fique acima da média, a alta frequência de temporais também pode ser prejudicial para as lavouras. Conforme disse Molion, as camadas superiores da atmosfera estão com temperaturas mais frias do que o normal. Assim, as nuvens se desenvolvem mais e produzem pancadas superiores a 50mm, rajadas de vento que podem chegar a 100km/h, trovoadas, tempestades e, em alguns casos, granizo. 

 

Técnicas para reter água no solo são essenciais para enfrentar períodos de seca

Molion também destacou que, mesmo com chuvas dentro da regularidade, a planta pode não se desenvolver da maneira ideal, caso não consiga aproveitar os nutrientes do solo. Da mesma forma, a lavoura pode resistir ao período de seca, desde que a água seja bem aproveitada.  

Por isso, é necessário aproveitar a água do período chuvoso, para que a plantação suporte a seca. As técnicas indicadas pelo climatologista são: implantação de obstáculos para evitar declives, aumentar o teor de matéria orgânica no solo e fazer com que o sistema radicular da planta se desenvolva. 

 

Por:
Aleksander Horta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

2 comentários

  • Carlos Henrique Castro Alves Campo Florido - MG

    Fiz vários análises tentando descobrir o porque as águas nós planeta reduz, cheguei a conclusão que vem da queima do petróleo onde queimamos o oxigênio do ar mais petróleo e liberamos gás carbônico, o oxigênio não baixa o teor no ar por que enquanto tivermos água no planeta segundo a medicina está é responsável por manter o nível equilibrado no ar?

    Venho estudando isto a vários anos mas só consigo ver que é possível de ser verdade mas não consigo alguém com interesse de estudar mais.

    16
    • Nadir Tomasini Jr. Caràzinho, Rio Grande Do Sul

      O gás carbônico é o gás da vida. Quanto mais disponível, mais abundante será o reino vegetal. Reveja todo o teu estudo pois está indo em um caminho completamente furado.

      3
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. CARLOS HENRIQUE CASTRO ALVES, já que você estudou, deve ter visto sobre o "Grande Evento da Oxigenação" (GEO). Que teria ocorrido entre o era 2,4 a 2,1 bilhões de anos. Sim porque a Terra possui erca de 4,5 bilhões de anos. Ah! Segundo consta essa oxidação levou a extinção de quase todos os seres vivos do planeta e, muitos a classificam como a maior catástrofe da biosfera do planeta terra. ... Então o oxigênio em excesso é mais letal do que pensa os "militantes ecológicos".... Vai lá & pesquise !!!

      3
    • Carlos Henrique Castro Alves Campo Florido - MG

      o gás carbônico é uma das bases da alimentação vegetal, um nutriente assim como água, fosforo e outros, também um veneno mortal aos animais em caso de excesso. </p><p>No planeta precisamos de um equilíbrio entre todos os elementos, quando um destes sai fora da quantidade adequada, causa uma serie de consequência. </p><p>Na natureza existe um ciclo onde se produz hoje e destrói daqui a algum tempo reconstruindo o produto anterior, levando a famosa frase na natureza nada se cria tudo se transforma, o que estamos fazendo com o petróleo é consumindo oxigênio e ate o momento não estamos devolvendo este oxigênio ao ciclo e sim a um aumento crescente no nível de gás carbônico na atmosfera. </p><p>O que precisamos é descobrir se o petróleo atualmente explorado esta sendo recomposto de alguma forma, durante todo o tempo que estudei e ainda busco informações sobre o assunto tudo leva a crer que o petróleo é finito e não é produzido.

      0
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. CARLOS HENRIQUE CASTRO ALVES, por favor ... LEIA COM ATENÇÃO: ... Sabe como o petróleo é chamado na linguagem cientifica ? ... HIDROCARBONETO ... VEJA que o &quot;CARBO&quot; significa CARBONO... O átomo de CARBONO está presente no gás (CO²) e EM TODOS OS COMPOSTOS ORGÂNICOS DA NATUREZA ... No vegetais ele é que forma os carboidratos das batatas, milho, trigo. As proteínas. também, tem sua estrutura formadas pelo CARBONO, tanto as proteínas vegetais, quanto as animais. As lenhas, onde a celulose é maioria, também, é formada por CARBONO. As palhas, sim, são estruturadas por CARBONO. Então veja, ...O CARBONO presente no gás carbônico ele, no processo da fotossintese dos microrganismos e dos vegetais é retirado do ar e, fica &quot;retido&quot; nessas novas estruturas que fazem parte do ciclo natural. ... ATENÇÃO ... O PLANETA TERRA TE 3/4 DA SUA ÁREA EM OCEÂNOS ... É NOS OCEANOS QUE A MAIOR PARTE DO GÁS CARBÔNICO É &quot;PRESO&quot; PELOS ORGANISMOS MARINHOS QUE FAZEM FOTOSSINTESE. ... ... Não subestime a NATUREZA ... A TERRA ESTÁ AQUI HÁ 4,5 BILHÕES DE ANOS &amp; VAI CONTINUAR POR MAIS UM BOM TEMPO...

      1
    • Carlos Henrique Castro Alves Campo Florido - MG

      O dado concreto é que o gás carbônico é crescente na atmosfera segundo diversas pesquisas, concordo que a natureza e interessante e por isto que trabalho com plantas o tempo todo e pretendo continuar. </p><p>Mas o precisamos é fazer um balanço de CO² emitido e capturado para que possa dar corda a tese do aquecimento global ou acabar com assunto pelo menos dentre as pessoas técnicas, visto que para os apaixonados não existe ciência, mesmo que prove ou comprove vão continuar falando a mesma coisa. </p><p>Recentemente até vi que lavouras acumulam carbono continuamente visto que a matéria orgânica não se decompõe totalmente, um ponto favorável aos agricultores e claro ao planeta, estão tentando identificar a porcentagem correta.

      0
  • Pedro A Philippsen nova santa rosa - PR

    Porque houve interferência na fala do Molion. Era para atrapalhar mesmo. Deixa o cara falar.

    1