HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Procafé: Veranico em janeiro danificou ainda mais a planta, podendo gerar mais impacto na safra de 2022

Publicado em 24/03/2021 16:07 e atualizado em 25/03/2021 08:30 1327 exibições
Rodrigo Naves Paiva - Eng. Agr. MSc. Fund. PROCAFÉ
Entrevista com Rodrigo Naves Paiva - Eng. Agr. MSc. Fund. PROCAFÉ sobre a Semana da Água

Podcast

Entrevista com Rodrigo Naves Paiva - Eng. Agr. MSc. Fund. PROCAFÉ sobre a Semana da Água

Download

LOGO nalogo

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, Rodrigo Naves Paiva, engenheiro da Fundação Procafé atualizou as condições dos cafezais brasileiros. Segundo o especialista, o produtor enfrentrou um novo veranico em janeiro, de pelo menos 15 dias, que danificou ainda mais o desenvolvimento da planta para 2022.

Relembrou que no período entre março e novembro, os volumes de chuvas ficaram bem abaixo da média necessária para o desenvolvimento da safra 21. Em dezembro, as chuvas retornaram com mais frequência, fazendo a reposição hídrica do solo. 

Em janeiro, choveu o esperado para o mês nos primeiros 15 dias, mas na segunda quinzena foi observado um novo corte nas precipitações. Em fevereiro, as chuvas ficaram dentro da média esperada, ajudando a planta na fase de granação dos frutos. 

"Houve esse veranico que acabou estressando essa planta, em fevereiro houve essa retomada e agora em março, um veranico em torno de 10 dias com temperaturas mais elevadas. Isso acaba dificuldade a planta a crescer e vegetar devido esse estresse", afirma. 

Destacou também que a Fundação tem focado na tecnologia de irrigação no café, observando bons resultados. "Nos últimos 15 anos que a gente tem trabalho, a gente tem conseguido aqui em torno de 30% a 40% a mais de produção, o que corresponde em termo de produtividade em entre 10 e 15 sacas a mais no ano", comenta. 

Veja a entrevista completa no vídeo acima

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário