Publicidade

Frigoríficos testam valores menores para @ do boi em SP, mas fundamentos que direcionam preços estão indefinidos

Publicado em 25/06/2021 12:27 e atualizado em 25/06/2021 17:18 2072 exibições
Hyberville Neto - Analista da Scot Consultoria
Do lado positivo para os preços da arroba estão alta da carne no varejo, chegada do início do mês e oferta restrita de animais. Lado negativo conta com queda da carne no atacado e recuo do dólar

Podcast

Entrevista com Hyberville Neto - Analista da Scot Consultoria sobre o Mercado do Boi Gordo

Download
 

LOGO nalogo

No final desta semana, as indústrias frigoríficas decidiram testar preços mais baixos para a arroba do boi gordo nos estados do Mato Grosso, Alagoas e Sul do Pará. No entanto, a referência do animal comum no estado de São Paulo segue estável ao redor de R$ 310,00/@ e o boi com padrão exportação tem um ágio de até R$ 7,00/@. 

Publicidade

De acordo com o analista da Scot Consultoria, Hyberville Neto, as escalas de abate apresentam a média de 7 dias úteis na praça paulista. “O nível de abate não está alto e se o escoamento doméstico responder vamos ter mais espaço para as programações de abate”, comentou. 

As cotações da carne no varejo tiveram um reajuste positivo de 0,7% no comparativo semanal, mas os preços no atacado sem osso e com osso apresentaram queda de 0,3%. 

O analista ainda destaca que o recuo do dólar pode prejudicar o desempenho das exportações de carne bovina. “Com o dólar abaixo dos R$ 5,00 é preciso acompanhar como vai ser o desempenho das exportações na próxima semana, mas o preço médio teve uma valorização de 20% até a terceira semana de junho/21”, destacou.

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário