Publicidade

Cenário é construtivo para alta de preços da arroba do boi, mas pecuarista deve ficar atento à rentabilidade da atividade

Publicado em 02/06/2021 12:24 e atualizado em 02/06/2021 15:56 3932 exibições
João Otávio Figueiredo - Analista Sênior DATAGRO
Preços da @ do boi se recuperam e se aproximam dos níveis de meados de abril quando registraram picos de preços

Podcast

Entrevista com João Otávio Figueiredo - Analista Sênior DATAGRO sobre o Mercado do Boi Gordo

Download
 

LOGO nalogo

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o analista Sênior DATAGRO, João Otávio Figueiredo,  aponta que os preços da arroba no dia 16 de Abril deste ano atingiram a máxima de R$ 318,00/@ em São Paulo. No dia 19 de maio, as cotações ficaram em R$ 304,00/@. “Nas duas últimas semanas, os preços começaram a retomar o patamar de alta e o indicador encerrou a R$ 315,00/@ em São Paulo”, informou. 

Publicidade

Apesar do preço da arroba estar em um cenário altista tem fatores que são muito desafiadores aos pecuaristas, como a reposição de gado e a questão climática que está afetando a qualidade dos pastos e a produção de milho safrinha. “Os preços futuros indicam valores acima de R$ 330/@ para outubro, mas com diversos desafios com os custos de produção”, destacou. 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o volume de animais abatidos no primeiro trimestre  foi de 6,5 milhões de cabeças e teve uma redução de 11% frente aos dados do último trimestre de 2020. “A oferta restrita de animais é o principal driver de sustentação para as cotações da arroba e  o ciclo pecuário deve demorar mais 1 ou 2 anos para se ajustar”, comentou. 

Com relação à demanda externa, o analista da desvalorização do dólar a carne brasileira segue muito competitiva no mercado internacional. “O câmbio está dando suporte às negociações do boi gordo e os portos estão operando a todo o vapor. Apesar do recuo do dólar, as exportações brasileiras podem ser beneficiadas com a paralisação dos embarques argentinos”, ressaltou.

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário