Publicidade

Tendência é voto impresso ser rejeitado na comissão por interferência de Barroso, diz Bolsonaro

Publicado em 03/08/2021 15:07 194 exibições

Logotipo Reuters

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro admitiu que a tendência é que a proposta de adoção do voto impresso para as urnas eletrônicas seja rejeitada na comissão especial que trata do assunto, e votou a acusar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, de interferir na eventual derrubada da matéria.

"O ministro Barroso foi para dentro do Congresso brasileiro, se encontrou com vários líderes e no dia seguinte, vários desses líderes começaram a trocar os integrantes da comissão por aqueles que votariam contra o voto impresso", disse.

"Eu não quero adiantar, eu tenho que no plenário temos mais do que suficiente, mas como está se encaminhando essa votação na comissão a tendência é ser rejeitada na comissão por interferência do ministro Barroso", emendou.

A fala de Bolsonaro foi veiculada em entrevista ao canal no Youtube da TV Piauí.

Há a expectativa de a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do voto impresso ser votada na comissão especial na quinta.

Em tese, mesmo se ela for rejeitada no colegiado, regimentalmente é possível que a proposta seja posteriormente votada pelo plenário da Câmara, onde serão necessário, por se tratar de mudança constitucional, 308 votos favoráveis em dois turnos de votação para que ela seja aprovada e encaminhada ao Senado.

Segundo Bolsonaro, se ele tivesse interferido nos trabalhos do Legislativo, poderia responder por crime de responsabilidade e ter o mandato cassado. Entretanto, o presidente disse que isso não pode ocorrer no caso do Barroso.

Publicidade

Bolsonaro voltou a atacar o presidente do TSE, questionando o motivo da oposição dele ao voto impresso nas urnas eletrônicas. Segundo ele, é algo que tem "mexido com a alma dele" e se tornado pessoal para ele.

Procurada, a assessoria do presidente do TSE informou que Barroso não vai comentar.

O presidente repetiu sua defesa do voto impresso, citando novamente --mas sem mostrar provas-- indícios já desmentidos de fraude no atual sistema de votação.

Na véspera, a cúpula do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) resolveu reagir formalmente às quase que diárias suspeitas lançadas por Bolsonaro sobre fraude nas urnas eletrônicas e sobre a lisura da eleição do ano que vem.

Na primeira decisão, os ministros determinaram, por unanimidade, que a Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral abra um inquérito administrativo para apurar se houve abuso de poder político e econômico, além de outras irregularidades, nas falas que Bolsonaro tem feito insinuando haver fraude no atual sistema de votação e nas ameaças que têm feito à eleição geral do próximo ano.

A segunda iniciativa, aprovada pelos ministros do TSE também de forma unânime, a corte decidiu enviar ao ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news no Supremo Tribunal Federal (STF), uma cópia da live do presidente que deu na quinta-feira passada na qual novamente lançou suspeitas --também sem apresentar provas-- sobre as urnas eletrônicas.

Em baixa nas pesquisas de intenção de voto e com a popularidade chamuscada por críticas ao enfrentamento da pandemia de Covid-19, Bolsonaro tem elevado a pressão sobre a adoção do voto impresso das urnas e já chegou a afirmar que poderia não aceitar o resultado das eleições no próximo ano pelo atual sistema.

Apesar das falas do presidente, o atual sistema de votação é auditável e foi por meio dele em que ele próprio se elegeu deputado federal várias vezes e presidente em 2018.

Na entrevista, Bolsonaro admitiu que há a possibilidade de ele se filiar ao PP, mas ressalvou que não basta ele querer ir para o partido e que a legenda está no momento avaliando possíveis fusões com outras agremiações partidárias.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

3 comentários

  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    Bolsonaro recuou pra que seus inimigos entrassem na armadilha... e entraram .

    11
  • Flavio Haruki Kobata Floresta - PR

    As urnas eletrônicas foram usadas primeiramente no ano de 1996 em 57 cidades, depois de forma geral nas eleições municipais de 2000. No ano 2002 na eleição presidencial , e advinhe quem ganhou nesse ano depois de quatro tentativas fracassadas? O lula... Depois reeleito em 2006. Em 2010 a anta da dilma, reeleita em 2014 numa polêmica tão grande que obrigou Aécio Neves entrar na justiça alegando fraude. Em 2018 veio o Bolsonaro que teve tantos votos que nem mesmo com fraude conseguiram derrota-lo. Minha conclusão é que o lula usou as urnas eletrônicas para tomar o poder. O lula é uma grande farsa. Ele enganou uma nação inteira.

    15
    • carlo meloni sao paulo - SP

      O voto impresso nada mais e' do que um anseio de maior credibilidade e honestidade do sistema. Nao temos que provar nada, simplesmente o povo quer mais confiabilidade no sistema de apuraçao. Por exemplo o jornalista vai entrevistar exatamente a pessoa que diga exatamente aquilo que o jornalista quer... As pesquisas sao feitas somente em lugares onde as pessoas vao agradar exatamente quem paga o custo da pesquisa... NAO EXISTE FRAUDE EXISTE A MALANDRAGEM DE MANIPULAR OS RESULTADOS... Nas eleiçoes Dilma/ Aecio houve fraude provada, so' que o montante da fraude nao alteraria o resultado e tudo acabou em pizza... Nao existe segurança na internet, pois todo dia somos surprendidos com invasoes de sistema... O TRISTE E" VER PESSOA DE PRESTIGIO E DE CREDITO FALAREM QUE NAO EXISTE POSSIBILIDADE DE FRAUDE... Estamos afogados num mar de delinquentes

      12
  • ARLINDO ALBRECHT Campo Alegre de Goiás - GO

    O Bolsonaro não consegue fundar um partido, o mito esta com prazo de validade vencida!

    33
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. ARLINDO, você pega esse fato "fundar um partido" e, faz um diagnóstico TOTAL... Vou lhe fazer uma pergunta (SEO INOCENTE) ... QUEM É O PRESIDENTE DO TSE? ... QUEM INDICOU O "BARROSO" AO STF? ... AONDE VOCÊ ESTAVA, QUANDO O "BARROSO" DEFENDEU O CESARE BATISTTI , ALEGANDO QUE ELE ERA UM PERSEGUIDO POLÍTICO ... AONDE VOCÊ ESTAVA QUANDO O LULA (no último dia do seu segundo mandato) CONCEDEU A PERMANENCIA DO TERRORISTA BATISTTI NO BRASIL ? ... VÊ-SE QUE VOCÊ É UM VIAJANTE AO MUNDO DA IMBECILIDADE !!! VAI PRA CUBA QUE TE PARIU !!!

      17
    • Hilario Bussolaro Cascavel - PR

      Sim, o prazo dele está vencendo... aliás ele sempre está vencendo ... e sem o real apoio do povo.... Mas vamos aguardar

      1