Importação de petróleo pela China cai 0,2% em abril com menor margem de refino

Publicado em 07/05/2021 16:36 14 exibições

LOGO REUTERS

PEQUIM/CINGAPURA (Reuters) - As importações de petróleo pela China recuaram 0,2% em abril ante igual período do ano passado, à medida que refinarias reduziram produção para aliviar uma baixa nas margens de lucro, causada pela alta dos preços da commodity e pelos estoques volumosos.

A maior compradora de petróleo do mundo adquiriu 40,36 milhões de toneladas da commodity em abril, ou 9,82 milhões de barris por dia (bpd), mostraram dados da Administração Geral de Alfândegas nesta sexta-feira.

A cifra é a menor desde dezembro. Em março, a China havia importado 11,69 milhões de bpd.

Com os preços do petróleo se estabelecendo acima de 60 dólares por barril, ante as mínimas históricas vistas no ano passado, as refinarias --em particular as pequenas e independentes-- enfrentaram uma redução nas margens em meio a maiores ofertas de combustíveis, devido ao aumento nas operações de refinarias privadas, maiores e mais eficientes.

Os dados desta sexta-feira também mostraram que as exportações de combustíveis das refinarias chinesas recuaram 14,8% sobre abril de 2020, para 6,82 milhões de toneladas, apesar dos grandes estoques em refinarias estatais dominantes.

As importações de gás natural, incluindo gás natural canalizado e liquefeito, alcançaram 10,15 milhões de toneladas no mês passado, alta de 31,5%, ante igual período do ano anterior.

(Reportagem de Muyu Xu, em Pequim, e Chen Aizhu, em Cingapura)

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário