RNEST bate recorde de produção de óleo combustível

Publicado em 29/04/2021 10:33 57 exibições
Produto é exportado principalmente para Cingapura e utilizado no blend de produção de Bunker 2020

A Refinaria Abreu e Lima (RNEST) fechou março com o recorde de produção de óleo combustível ao alcançar a marca total de 180.725 m³, volume 7,3% acima do recorde anterior, de 168.365 m³, em maio de 2020.

O gerente geral da RNEST, Emanuel Eduardo, explica que o produto tem uma demanda permanente no mercado internacional e este aumento de produção permite a captura de novos mercados e, consequentemente, o aumento de receita, num valor estimado de US$ 70 milhões. “A previsão é de mantermos um patamar de produção similar no futuro. Estamos trabalhando para batermos um novo recorde ainda no primeiro semestre”, afirma.

O óleo combustível produzido na RNEST é exportado principalmente para Cingapura. Ele é utilizado em grandes motores por setores da Indústria, termoelétricas e navios. Além disso, o produto serve como matéria prima na formulação do Bunker 2020 - combustível marítimo com baixo teor de enxofre.

Atualmente, a produção de óleo combustível na RNEST só é superada pela produção do óleo diesel S10. A produção de óleo combustível correspondeu a aproximadamente 27% da produção total da Unidade em 2020.

Sobre a RNEST

A Refinaria Abreu e Lima tem capacidade atual instalada de 130 mil barris por dia, o que corresponde a 5% da capacidade total de refino de petróleo do país.

Atualmente, produz diesel com baixo teor de enxofre (69% da produção), nafta, óleo combustível, coque verde, gás liquefeito de petróleo (GLP), e recentemente, em dezembro, passou a produzir gasolina A, após receber autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para operação do duto de nafta petroquímica também com gasolina.

Fonte:
Petrobras

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário