HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Preço pago pelo milho em MS corresponde à metade da cotação atual

Publicado em 12/04/2021 14:58 e atualizado em 12/04/2021 17:33 258 exibições

Enquanto a atual cotação da saca de 60 quilos de milho, passa dos R$ 80 em Mato Grosso do Sul, o preço real pago ao agricultor é de quase metade deste valor. A afirmação do presidente da Aprosoja/MS – Associação dos Produtores de Soja e Milho de MS, André Dobashi, leva em consideração a média ponderada, e chega ao valor de R$ 44,20, como o preço pago pela saca milho.

Os números dizem respeito ao estudo de preços e comercializações executadas pelo departamento econômico da Aprosoja/MS. No material os técnicos consideram que a safra de milho 2020/2021 iniciou sua comercialização em junho do ano passado, quando a saca estava a um preço de R$ 36,25, valor abaixo da média ponderada da safra anterior.

No mês de agosto de 2020 essa cotação caiu R$ 12,45 e seguiu oscilando até atingir a casa do R$ 80 em abril deste ano. Na média ponderada, considerando os negócios fechados nesse intervalo, de junho de 2020 a abril de 2021, o valor real pago por cada saca de 60 quilos do milho, corresponde a R$ 44,20. 

Segundo Dobashi, esses cálculos precisam fazer parte do acompanhamento de cada safra que o produtor cultivar. “Por tradição, tendemos a verificar cotações e fechar negócio, muitas vezes sem avaliarmos a média ponderada. Essa ação, relativamente simples, pode definir o lucro e dar a certeza ao agricultor de cumprir com seus compromissos financeiros” sinaliza. “Ao comercializar, o produtor precisa fazer média de preço, de acordo com suas travas e oportunidades de mercado, isso traz segurança econômica da porteira para dentro”, explica o presidente da Aprosoja/MS, ao completar que, geralmente os agricultores de MS comercializam mais de 50% da safra, de forma antecipada.

Comparando o período de comercialização da safra passada (agosto/2019 a março/2020) com o ciclo atual (junho/2020 a março/2021), quando a safra ainda não estava totalmente plantada, os agricultores de MS já somavam cerca de 27% da produção comercializada, enquanto na safra anterior, nesse período, o volume comercializado estava um pouco mais de 32,5%.

Fonte:
Aprosoja MS

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário