As práticas ESG (ambientais, sociais e de governança) ganham relevância nas empresas brasileiras

Publicado em 02/03/2021 11:18 108 exibições
O International Business Report (IBR), estudo realizado pela Grant Thornton em dezembro de 2020, ouviu cerca de 5 mil empresários em 29 países para analisar o otimismo em relação à economia nos próximos 12 meses

Em um cenário de muitas incertezas causadas pela pandemia de covid-19, os empresários brasileiros não têm dúvidas quando o tema aborda a importância das práticas ESG nas organizações. É o que mostra o resultado da pesquisa global da Grant Thornton. Para 89% dos entrevistados, ESG é importante para os negócios.

Mais de 90% deles também afirmam que as práticas ambientais, sociais e de governança podem melhorar a imagem da empresa no futuro (43% concordam e 48% concordam fortemente). No que se refere ao relacionamento com clientes e fornecedores, 54% concordam e 38% concordam fortemente que pode melhorar. Finalmente, questionados se as práticas ESG podem abrir novas fontes de financiamento a taxas mais baixas, 53% concordam e 31% dos empresários concordam fortemente.

“Apesar de ainda estarmos no meio de um período muito turbulento, por conta da pandemia da covid-19, os empresários brasileiros vêm demonstrando cada vez maior interesse nas práticas ESG. Ao contrário do que se podia prever, a crise global tem direcionado a atenção da maioria para temas que eram pouco relevantes nas organizações há alguns anos”, afirma Daniel Maranhão, CEO da Grant Thornton Brasil. Para o executivo, essa é uma tendência global, que deve ganhar cada vez mais importância no meio empresarial e governamental.

Fonte:
Assessoria de Comunicação

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário