Diretor do FGV Transportes analisa os resultados da Infra Week

Publicado em 12/04/2021 08:40 177 exibições


Marcus Quintella, Diretor FGV Transportes comenta os resultados da Infra Week, semana de leilões promovido pelo Ministério de Infraestrutura, que encerrou nesta sexta-feira, dia 9/4.

"Acredito que o resultado da Infra Week foi excelente e, ao mesmo tempo, surpreendente, principalmente em relação aos altos ágios obtidos com o leilão dos aeroportos, que são três blocos importantes, cada um com as suas características. Isso será um grande teste para "aeroportos chaves" do país, como os de Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ). A expectativa em relação a esses dois aeroportos é grande, mas haverá tempo suficiente para a análise da conjuntura político-econômica do Brasil. O resultado no setor aéreo mostra como os investidores nacionais e internacionais estão confiantes na potencialidade do país em relação aos negócios, agronegócios e turismo.

Vale ressaltar que se trata de contratos com mais de 30 anos, transcendentes ao governo atual. Isso demonstra que o mercado internacional está apostando a longo prazo e isso é muito fundamental para o desenvolvimento econômico do país, para a sua estabilidade política e segurança jurídica. O Ministério de Infraestrutura está realizando um excelente trabalho. Considero o resultado da Infra Week muito bom.

Quanto aos próximos passos do Governo Federal, estão previstos os leilões de rodovias importantes, além de portos. É papel do governo continuar estimulando bons projetos, oferecendo segurança jurídica e estabilidade para que eles possam ser implementados, pois ninguém investe em um país apenas pelo projeto, mas sim por toda a infraestrutura oferecida, então ela precisa ser eficaz.

Para concluir, gostaria de dizer que essa bateria de leilões foi um aperitivo para impulsionar mais investimentos vindos da iniciativa privada, do qual ainda somos muito dependentes economicamente, pois o governo não tem condições de fazer sozinho a sua parte, assim como acontece em outros países, onde a infraestrutura é desenvolvida com dinheiro público. Portanto, esses leilões certamente irão estimular investimentos privados, que embora sejam muito importantes, não resolvem todos os problemas de logística e transporte do país".
 

Fonte:
FGV Transportes

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário