Publicidade

Tecnologia Lonza Crop Protection ajuda na rastreabilidade e autenticidade de agroquímicos

Publicado em 09/12/2020 13:45 e atualizado em 09/12/2020 16:24 1464 exibições

Como em todos os setores, as relações no setor de proteção de culturas dependem da confiança.Os produtores precisam ter certeza que os produtos que utilizam são genuínos e que podem ter a garantia de ter um fornecimento confiável no futuro.Por outro lado, os fabricantes querem ajudar os clientes a utilizar seus bens e serviços de forma correta, segura e da maneira mais eficiente possível.

Não se pode garantir nada disso. Estima-se, por exemplo, que incríveis 20% de todos os produtos utilizados para a proteção de culturas na América Latina sejam falsificados. Até mesmo na Europa, com regulamentos rigorosos, a proporção de produtos falsificados é estimada em cerca de 10%. 

Além disso, a pandemia global de COVID-19 chamou a atenção para a necessidade de dados claros e robustos para garantir uma produção de alimentos de alta qualidade, confiável e, acima de tudo, sustentável. 

É por isso que a cooperação entre a LonzaCropProtection e a Authena, startup suíça, promete causar um grande impacto. As duas organizações desenvolveram o que será uma das primeiras tecnologias digitais baseadas em blockchain (“protocolo da confiança”) que não apenas proporcionará comprovação de autenticidade, mas possivelmente tambémrastreabilidade e transparência totais em toda a cadeia de valor. 

Isso envolve identificadores de comunicação de campo próximo (NFC, Near Field Communication) diretamente afixados à gama de produtos de proteção de culturas Celenco®da Lonza. Os identificadores são similares a códigos QR, mas muito mais sofisticados.Eles permitirão que o usuário verifique a origem do produto, como utilizá-lo, se foi adulterado, qual ésua posição na cadeia de valor e sua validade.Ao mesmo tempo, os dados que gera darão garantia total de que os produtos não serão comercializados após o prazo de validade.Tal rastreabilidade evitará desperdícios, otimizará o uso dos recursos e aumentará a confiança do cliente.

Se for bem-sucedida, planeja-se o desenvolvimento dessa tecnologia para conectar digitalmente os produtores diretamente à Lonza.Por meio da automação de processos, ela melhorará ainda mais a velocidade de resposta e a confiabilidade, bem como a relação custo-benefício.

“Nossa visão é criar uma solução única e modular que agregue valor a todas as partes envolvidas e melhore o uso sustentável dos produtos para a proteção de culturas”, diz Rubik Sommerhalder, chefe global de marketing da LonzaCropProtection. “A sustentabilidade tem forte relação com a eficiência e a correta implementação de medidas que garantam e promovam o crescimento das lavouras”.

Publicidade

“Nossa colaboração com a Authena tem tudo a ver com ‘rastrear, proteger e gerenciar’”, acrescenta Sommerhalder. “Rastreabilidade, ou saber a posição de um produto na cadeia de valor, melhora claramente a eficiência de nossos processos. Proteção tem tudo a ver com autenticidade – os produtores precisam saber que os produtos que utilizam são de alta qualidade e não são falsificados.Gestão, por outro lado, significa integrar esta nova tecnologia aos processos existentes, utilizando-a para melhorá-los. Escolhemos a Authena para esse projeto porque ela nos impressionou com sua inovação, tecnologia, agilidade e velocidade. Encaramos isso como um possível primeiro passo em direção a uma tecnologia de plataforma que nos permitirá atender melhor aos nossos clientes por meioda oferta de maior segurança, informação e valor”.

A Authena, por sua vez, está muito satisfeita em expandir uma solução tecnológica altamente inovadora para um novo setor. A empresa já demonstrou claramente que pode melhorar a segurança da marca e o rastreamento dos produtos no setor vinícola. “Acreditamos em um mundo livre da falsificação”, diz Matteo Panzavolta, CEO da Authena. “Nosso objetivo é revolucionar o modo como os produtores inovadores protegem seus produtos, sua reputação e a maioria de seus usuários.Portanto, estamos muito orgulhosos decolaborar com a Lonza, uma das empresas globais mais inovadoras do segmento de proteção de culturas”.

A tecnologia pioneira que está sendo desenvolvida por meioda colaboração Lonza/Authena será inicialmente implementada como um projeto piloto no Brasil.A falsificação aqui é um problema crescente e particularmente perigoso para o setor da tecnologia agrícola, com efeitos negativos em cadeiapara consumidores e o meio ambiente. “Estamos utilizando uma abordagem enxuta de startup para o programa”, explica Flavio BelluominiCotrin, Lider da LonzaCropProtection Latam. “Esperamos afixar os identificadores NFC em nossos produtos Celenco® até o final deste ano. E assim que os resultados forem analisados e as melhorias necessárias forem feitas, gostaríamos de iniciar uma implantação escalonada durante o primeiro trimestre de 2021”.

A revolução digital na proteção de culturas já começou com a Lonzana liderança.Acompanhe-nos para saber mais sobre o futuro dessa iniciativa.

Blockchain – melhorando a segurança, reduzindo a complexidade

Blockchain é um sistema de registro de informações que torna difícil, ou até mesmo impossível, alterar, hackear ou enganar o sistema.Trata-se essencialmente de um cadastro digital de transações que é duplicado e distribuído em toda a rede de sistemas de computador no blockchain.Cada bloco na cadeia contém um número de transações. E cada vez que ocorre uma nova transação no blockchain, um registro dessa transação é acrescentado ao cadastro de cada participante.

A combinação dos identificadores NFC com a tecnologia blockchain torna possível criar cadeias globais de suprimento seguras de pontaaponta que eliminam o risco da entrada de produtos falsificados no sistema, reduzindo também a complexidade do gerenciamento e aumentando a transparência.

Fonte:
Lonza Agro

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário