Com apoio do Governo de Rondônia, Cacoal busca a revitalização da produção de cacau

Publicado em 14/04/2021 11:48 110 exibições

A retomada da lavoura cacaueira rondoniense está prevista nas diretrizes do Plano de Desenvolvimento Estadual Sustentável do e Rondônia (PDES) e o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) vem incentivando a produção de mudas clonais. Na Região do Café, que abrange Cacoal e mais seis municípios, o Poder Executivo, em parceria com a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), distribuiu no ano passado, 12 mil sementes de cacau para produção de mudas.

Na última sexta-feira (9), durante a inauguração do Laboratório de Qualidade do Café no Instituto Federal de Rondônia (IFRO), em Cacoal, o vice-governador de Rondônia, José Jodan, falou sobre a possibilidade de fortalecer a produção de cacau na região de Cacoal, revitalizando a cultura que já teve extrema importância para a região e para o Estado. “Sonho em ver a Capital do Café se tornar também a Capital do Cacau”, revela. 

Vale destacar que o nome do município teve origem no cacau em uma época que a região se destacava na cacauicultura. Hoje, a produção não tem tanto destaque no município, mas o pronunciamento do vice-governador causou o despertamento dos produtores cacoalenses e a revitalização do cacau no município já começou a ser debatida. 

Nessa terça-feira (13), os vereadores de Cacoal, Romeu Moreira e Toninho de Jesus, acompanhados do empresário Sebastião Marcelo de Oliveira, mais conhecido por “Tião da Agricultura” por seu trabalho em prol do setor, estiveram na Secretaria Executiva Regional do Governo de Rondônia em Cacoal.

“Nós tivemos a grata satisfação de recebê-los e perceber esse interesse em colaborar para o resgate da produção de cacau aqui na região. Cacoal deve parte da sua história à cultura cacaueira e queremos buscar formas de alavancar e estruturar essa atividade”, pontuou o secretário regional, José Moura.

Já no início da semana, o vereador Romeu Moreira fez uma indicação junto ao Legislativo Municipal para a revitalização da produção de cacau em Cacoal. “Com a fala do Zé Jodan, nós percebemos que compartilhamos do mesmo sonho e temos a certeza de que podemos contar com o apoio do Governo de Rondônia para fazer de Cacoal uma referência também na produção de Cacau”, destacou.

O Governo de Rondônia segue com a execução de ações específicas para a cacauicultura, voltada à criação de uma estrutura de produção de sementes e hastes, com expectativa anual de disponibilizar 43 milhões de sementes e 79 milhões de hastes. O estado também está inserido no Plano Nacional da Lavoura Cacaueira, em conjunto com Pará e Bahia.

“Queremos que o cacau cresça também em Cacoal. Queremos ser destaque na produção de um fruto que dá nome à nossa cidade e sabemos que para isso, precisamos e queremos contar com o apoio do Governo de Rondônia”, reforçou o vereador Toninho de Jesus.

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta o cacau como o maior crescimento em produção e área plantada em Rondônia para 2021. A produção deve crescer quase 20% neste ano. Em fevereiro de 2021, a produção chegou a 6.003 toneladas, colhidas em uma área de 9.223 hectares. São 651 quilos de cacau produzidos por hectare.

ROTA DO CACAU

O Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR) propôs a implantação do projeto “Rota do Cacau de Rondônia”, o que representará um esforço conjunto do Governo do Estado, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), do Ministério da Agricultura (Mapa) e da Ceplac. O projeto prevê o desenvolvimento da cadeia produtiva do cacau e chocolate por meio da estruturação de polos de desenvolvimento regional.

Com a Rota do Cacau, o Poder Executivo Estadual busca consolidar e ampliar a cadeia produtiva do cacau e chocolate no Estado, como uma estratégia para o desenvolvimento regional, devido ao grande número de ocupações e postos de trabalho que podem ser gerados. O cacau é um produto de alto valor comercial e vasto potencial de beneficiamento e desenvolvimento de novos produtos baseados no chocolate e subprodutos do seu fruto.

Fonte:
Sec. de Agricultura - RO

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário