IBGE: cai o abate de bovinos e cresce o de suínos e de frangos no 1º trimestre de 2021

Publicado em 12/05/2021 10:48 151 exibições

Os primeiros resultados da produção animal no 1º trimestre de 2021 apontam que o abate de bovinos recuou 10,3%, o de suínos aumentou 4,9% e o de frangos teve alta de 2,4% na relação com o mesmo período de 2020. Na comparação com o 4º trimestre de 2020, o abate de bovinos caiu 10,5%, enquanto o de suínos cresceu 0,2% e o de frangos se manteve estável. A aquisição de leite foi de 6,52 bilhões de litros, com alta de 1,3% em relação ao 1o trimestre de 2020 e queda de 3,3% contra o trimestre imediatamente anterior.

Já a aquisição de peças de couro pelos curtumes caiu 6,6% frente ao 1º tri de 2020 e foi 8,0% menor que a do 4° tri de 2020, somando 7,07 milhões de peças inteiras de couro cru.

Foram produzidos 972,94 milhões de dúzias de ovos de galinha no 1º trimestre deste ano, quedas de 0,1% na comparação anual e de 1,8% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Trimestrais da pecuária - primeiros resultados: cai o abate de bovinos e cresce o de suínos e de frangos no 1º trimestre de 2021

 

Abate de bovinos cai 10,3% na comparação anual e 10,5% frente ao trimestre anterior

No 1º trimestre de 2021, foram abatidos 6,54 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária. Essa quantidade representou variações negativas de 10,3% em comparação com o 1° trimestre de 2020 e de 10,5% em relação ao 4° trimestre de 2020.

Foram produzidos 1,72 milhão de toneladas de carcaças bovinas no 1o trimestre de 2021, com retração de 6,8% em relação ao mesmo trimestre de 2020 e queda de 12,7% em relação ao 4o trimestre de 2020.

Abate de suínos cresce 4,9% na comparação anual e 0,2% ante o trimestre anterior

No 1º trimestre de 2021, foram abatidos 12,53 milhões de cabeças de suínos, representando aumentos de 4,9% ante o mesmo período de 2020 e de 0,2% frente ao 4° trimestre de 2020.

O peso acumulado das carcaças chegou a 1,15 milhão de toneladas no 1° trimestre de 2021, com aumentos de 7,2% em relação ao 1° trimestre de 2020 e de 2,5% frente ao trimestre imediatamente anterior.

Abate de frangos cresce 2,4% na comparação anual e fica estável no trimestre

O abate de frangos no 1º trimestre de 2021 totalizou 1,55 bilhão de cabeças de frango. Esse resultado significou aumento de 2,4% em relação ao trimestre equivalente do ano anterior e estabilidade na comparação com o 4° trimestre de 2020.

O peso acumulado das carcaças foi de 3,63 milhões de toneladas no 1° trimestre de 2021. Esse total significou acréscimo de 4,3% em relação ao 1° trimestre de 2020 e aumento de 1,6% frente ao trimestre imediatamente anterior.

Aquisição de leite cresce 1,3% na comparação anual e cai 3,3% no trimestre

No 1º trimestre de 2021, a aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos sob algum tipo de inspeção sanitária foi de foi de 6,52 bilhões de litros. Houve aumento de 1,3% em relação ao 1° trimestre de 2020 e retração de 3,3% frente ao trimestre imediatamente anterior.

Aquisição de couro fica 6,6% abaixo do 1° trimestre de 2020

No 1° trimestre de 2021, os curtumes investigados pela Pesquisa Trimestral do Couro – aqueles que efetuam curtimento de pelo menos cinco mil unidades inteiras de couro cru bovino por ano – declararam ter recebido 7,07 milhões de peças inteiras de couro cru. Essa quantidade representa retração de 6,6% em comparação à registrada no 1° trimestre de 2020 e redução de 8,0% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Produção de ovos de galinha cai 0,1% no comparativo anual e 1,8% frente ao trimestre anterior

No 1° trimestre de 2021, a produção de ovos de galinha foi de 972,94 milhões de dúzias. O resultado representou redução de 0,1% em relação ao mesmo trimestre de 2020 e queda de 1,8% em comparação à produção do 4° trimestre de 2020.

 

Fonte:
IBGE

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário