Frigoríficos brasileiros exploram trigo como alternativa alimentar à medida que os preços do milho sobem

Publicado em 23/04/2021 11:49 352 exibições

LOGO REUTERS

Grandes frigoríficos brasileiros estão se voltando para o trigo na tentativa de conter o aumento do custo do milho, principal ingrediente da ração animal, informou o lobby da ABPA.

Francisco Turra, presidente do órgão consultivo da ABPA, disse à Reuters na sexta-feira que a demanda dos processadores de carne, que fornecem ração para os fazendeiros que criam gado, está levando a um aumento nas intenções de plantio de trigo em seu estado nativo do Rio Grande do Sul.

O trigo pode substituir 100% do milho como ração para suínos e aves, disse ele.

Citando dados da federação agropecuária gaúcha Farsul, Turra disse que a área a ser plantada com trigo e outras safras de inverno em 2021, a partir do próximo mês, pode crescer de 1 milhão de hectares (2,4 milhões de acres) para 1,4 milhão de hectares no sul do Brasil .

“A JBS e a BRF já anunciaram que vão comprar safras de inverno como trigo, triticale e cevada para usar na ração do gado”, disse Turra. "Negócios já foram feitos no mercado futuro."

JBS e BRF não responderam a pedido de comentários.

Os futuros do milho nos EUA atingiram seu nível mais alto em quase oito anos esta semana, impulsionados por preocupações com as condições de seca reduzindo a produtividade do milho no Brasil e o tempo frio reduzindo a germinação da safra de 2021 dos EUA.

Os altos preços e atrasos na segunda safra de milho do Brasil têm pressionado as margens dos frigoríficos, levando algumas empresas a buscar suprimentos no Paraguai e na Argentina.

Esta semana, o governo dispensou as tarifas de importação de soja e milho de países fora do bloco comercial do Mercosul da América do Sul, o que significa que o Brasil poderia importar milho de países como Estados Unidos e Ucrânia.

No entanto, com "paridade de importação" acima de US $ 30 por tonelada, comprar milho de fora do Mercosul ainda não faz sentido economicamente, disse um trader.

Usar o trigo como ração para gado é comum no Canadá e na Rússia, que não produzem milho nem importam, disse Turra, que foi Ministro da Agricultura do Brasil entre 1998 e 1999.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário