Publicidade

Preocupação com o Brasil volta ao radar e bolsas de NY e Londres encerram com alta

Publicado em 03/08/2021 17:09 892 exibições
Setembro/21 teve alta de 205 pontos, valendo 174,85 cents/lbp

Logotipo Notícias Agrícolas

O mercado futuro do café arábica encerrou as negociações desta terça-feira (3) com valorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). "Os preços do café registraram ganhos moderados na terça-feira, uma vez que os recentes danos aos cafeeiros do Brasil prejudicaram as perspectivas para a safra de café de 2022", destacou a análise do site internacional Barchart. 

Setembro/21 teve alta de 205 pontos, valendo 174,85 cents/lbp, dezembro/21 teve valorização de 210 pontos, cotado a 177,85 cents/lbp, março/22 tinha alta de 215 pontos, valendo 180,40 cents/lbp e maio/22 tinha alta de 210 pontos, valendo 181,60 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon teve um dia de alta. Setembro/21 teve alta de US$ 19 por tonelada, valendo US$ 1772, novembro/21 registrou alta de US$ 21 por tonelada, cotado a US$ 1787, janeiro/22 teve alta de US$ 29 por tonelada, cotado a US$ 1785 e março/22 teve alta de US$ 31 por tonelada, valendo US$ 1780.

Ainda de acordo com a publicação,  RR Consultants Rural disse na terça-feira que as mudanças abruptas nas temperaturas nos últimos 30 dias no Brasil provocaram uma severa desfolha nas árvores nas áreas de cultivo de café arábica, o que piora as perspectivas para a safra de café de 2021/22 no Brasil.

"Além disso, as preocupações com a seca no Brasil estão apoiando os ganhos nos preços do café depois que a Somar Meteorologia, na terça-feira, disse que as chuvas nas regiões produtoras de arábica do Brasil não são esperadas até a segunda quinzena deste mês", complementa a análise. 

Publicidade

No Brasil, apesar da valorização, o mercado segue travado. Com incertezas quanto ao tamanho da safra 22, o produtor brasileiro pouco participa das negociações.De acordo com analistas, os fundamentos seguem sólidos, considerando principalmente as últimas geadas registradas no parque cafeeiro no Brasil. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 2,07% em Guaxupé/MG, negociado a R$ 987,00, Poços de Caldas/MG registrou valorização de 1,02%, cotado a R$ 990,00, Araguarí/MG teve alta de 2,02%, valendo R$ 1.010,00, Varginha/MG teve alta de 1,02%, valendo R$ 995,00 e Franca/SP teve alta de 2,04%, valendo R$ 1.000,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 1,96% em Guaxupé/MG, valendo R$ 1.040,00, Poços de Caldas/MG registrou alta de 1,45%, valendo R$ 1.050,00, Varginha/MG teve alta de 0,96%, valendo R$ 1.050,00 e Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 1.050,00.

>>> Veja mais cotações aqui
 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário