Café tem dia de realização e finaliza com altas técnicas nas Bolsas de Nova York e Londres

Publicado em 23/06/2021 16:36 e atualizado em 23/06/2021 18:00 469 exibições

Logotipo Notícias Agrícolas

O mercado futuro do café arábica encerrou o pregão desta quarta-feira (23) com valorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). "Os preços do café na quarta-feira se estabilizaram moderadamente mais altos à medida que consolidaram as perdas recentes", destacou a análise do site internacional Barchart. 

Setembro/21 teve alta de 180 pontos, valendo 153,90 cents/lbp, dezembro/21 registrou valorização de 175 pontos, negociado por 156,75 cents/lbp, março/22 teve alta de 170 pontos, negociado por 159,35 cents/lbp e maio/22 teve valorização de 170 pontos, valendo 160,70 cents/lbp. 

Em Londres o dia também foi de valorização para o café conilon. Setembro/21 teve alta de US$ 26 por tonelada, negociado por US$ 1623, novembro/21 teve alta de US$ 25 por tonelada, valendo US$ 1644, janeiro/22 teve alta de US$ 25 por tonelada, valendo US$ 1658 e março/22 registrou alta de US$ 24 por tonelada, valendo US$ 1667. 

O mercado de café teve um dia de movimentações limitadas, após algumas sessões de variações mais expressivas. Os preços do café foram pressionados pelo registro de chuva no parque cafeeiro do Brasil, mas os volumes, de acordo com analistas, ainda continuam abaixo da média. "As demais notícias a respeito dos fundamentos continuam as mesmas que levaram à escalada dos preços nos últimos meses", mantém o analista Eduardo Carvalhaes. 

Além disso, o setor segue acompanhando a retomada dos embarques da Colômbia - segundo maior produtor de café tipo arábica do mundo. O país ficou mais de um mês sem exportação, consequência da intensa onda de protesto e violência que dominou a Colômbia a partir do dia 28 de abril. Dados da Federação Nacional dos Cafeicultores (FNC) apontaram uma redução de 52% nas exportações do mês de maio. 

No Brasil, o mercado físico teve um dia de estabilidade nas principais praças de comercialização do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 0,61% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 820,00, Varginha/MG teve alta de 0,59%, negociado por R$ 855,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 832,00, Patrocínio/MG manteve por R$ 805,00, Araguarí/MG manteve por R$ 830,00 e Campos Gerais/MG manteve o valor por R$ 839,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 0,58% em Poços de Caldas/MG, negociado por R$ 850,00 e Varginha/MG registrou alta de 0,56%, negociado por R$ 895,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 885,00, Patrocínio/MG manteve por R$ 830,00 e Campos Gerais/MG manteve por R$ 899,00.

>>> Veja mais cotações aqui

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário