Café: Nova York e Londres recuam e passam a devolver ganhos da última semana

Publicado em 10/05/2021 11:22 365 exibições
Arábica tem baixas de 300 pontos, enquanto Londres registra queda acima de US$ 10 por tonelada

LOGO nalogo

Após iniciar a semana mantendo as valorizações técnicas para os principais contratos, o mercado futuro do café arábica passou a operar com desvalorização e baixas de mais de 300 pontos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Com as baixas, as cotações devolvem parte dos ganhos da última semana, que foi de expressiva valorização. 

Por volta das 11h17 (horário de Brasília), julho/21 tinha queda de 345 pontos, negociado por 149,45 cents/lbp, setembro/21 tinha baixa de 345 pontos, valendo 151,35 cents/lbp, dezembro/21 também tinha baixa de 345 pontos, valendo 153,85 cents/lbp e março/22 era negociado por 155,60 cents/lbp, com baixa de 375 pontos. 

Em Londres, o café conilon também opera com baixas. Julho/21 tinha queda de US$ 15 por tonelada, valendo US$ 1524, setembro/21 tinha baixa de US$ 15 por tonelada, valendo US$ 1546, novembro/21 tinha baixa de US$ 16 por tonelada, valendo US$ 1561 e janeiro/22 recuava US$ 15 por tonelada, negociado por US$ 1576.

O mercado abre a semana ainda de olho na oferta global, considerando a quebra do Brasil e também os problemas enfrentados por cafeicultores na Colômbia. De acordo com analistas ouvidos pelo Notícias Agrícolas, os fundamentos indicam que, apesar de apresentar volatilidade, os preços devem se manter firmes diante de uma expectativa de uma demanda mais aquecida a partir do segundo semestre.

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário