Publicidade

Com demanda chinesa aquecida, volume exportado de carne bovina atinge 130,4 mil toneladas na quarta semana de julho/21

Publicado em 26/07/2021 16:02 584 exibições
A média diária ficou em 7,67 mil toneladas, isso representa um avanço de 4,30% frente a média do total exportado em julho do ano passado, que ficou em 7,3 mil toneladas. 

Logotipo Notícias Agrícolas

Nesta segunda-feira (26), a Secretaria de Comércio Exterior (Camex) reportou que os embarques de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada chegou em 130,4 mil toneladas na quarta semana de julho/21. A média diária ficou em 7,67 mil toneladas, isso representa um avanço de 4,30% frente a média do total exportado em julho do ano passado, que ficou em 7,3 mil toneladas. 

O analista da Agrifatto Consultoria, Yago Travagini, destacou que as exportações podem atingir o melhor desempenho do ano até o final de julho/21. “Estamos muito bem neste mês com a China demandando muita carne bovina brasileira. Acredito que os chineses estão distribuindo a oferta argentina pelos países que podem atender, como é o caso do Brasil”, informou. 

O analista ainda ressalta que a tendência é que o segundo semestre demonstre resultados parecidos ao que estão observando em julho. “Provavelmente teremos o melhor mês do ano e os preços médios estão mostrando bons avanços semana a semana”, ressaltou.

Segundo o levantamento da Radar Investimentos, os embarques de carne bovina mostraram uma aceleração na semana anterior e o volume embarcado até o final pode chegar próximo do que foi observado no ano passado. "A nossa estimativa aponta que devem embarcar 161,8 mil toneladas até o final desse mês, mas vale a pena salientar que resta uma semana para ser contabilizada o que altera as estimativas de volume abaixo.

Publicidade

Exportações brasileiras de carne bovina in natura, em mil toneladas.

Fonte: Radar Investimentos

Exportações de carne bovina in natura julho/21 - Radar Investimentos
Exportações de carne bovina in natura julho/21 - Radar Investimentos

Os preços médios no acumulado na quarta semana de julho ficaram próximos de US$ 5.385,9 mil por tonelada, na qual teve uma alta de 31,96% frente aos dados divulgados em julho de 2020, que registraram o valor médio de US$ 4.081,5 mil por tonelada. 

O valor negociado para o produto foi de US$ 702.857milhões na quarta semana de julho deste ano, tendo em vista que o preço comercializado durante o mês de julho do ano anterior foi de US$ 690,895 milhões. A média diária ficou em US$ 41,344 milhões e registrou uma valorização de  37,64%, frente ao observado no mês de julho do ano passado, que ficou em US$ 30.038 milhões.

Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário