Arroba do boi gordo registra ganho de 5,81% em Março/21 no estado do Mato Grosso do Sul

Publicado em 06/04/2021 16:23 135 exibições

LOGO nalogo

As cotações do boi gordo e da vaca registraram valorizações em Março/21 no estado do Mato Grosso do Sul. Com base nos dados de 01/03 a 01/04, a  Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (Famasul), informou que o valor médio do boi gordo teve ganho de 5,81% e ficou em R$ 295,83/@, enquanto o preço médio da vaca teve um incremento de 6,18% e finalizou o mês a R$ 279,17/@. 

A federação apontou que a valorização nos preços se deve a oferta menor segue com mais peso na balança para justificar o movimento de alta. “As pastagens estão em melhores condições e os produtores terão a possibilidade de entrega gradual de animais. A expectativa é de melhora no consumo interno nos próximos dias em razão de recebimento dos salários e até mesmo com as novas rodadas de auxílio emergencial”, destacou a Famasul. 

Já no comparativo anual, os ganhos dos preços foram mais expressivos e a arroba do boi valorizou 54,74% e a arroba da vaca registrou alta de 59,59% frente aos valores praticados em março de 2020, que estavam ao redor de  R$ 185,17/@ e R$ 169,42/@, respectivamente. 

Segundo o levantamento realizado pela a Scot Consultoria, as referências para o boi gordo registraram valorizações nesta terça-feira frente ao dia anterior. Na região de Campo Grande, o preço teve um incremento de 1,37% e está cotado a R$ 295,50/@, à vista. Em Dourados, o preço seguiu estável ao redor de R$ 295,50/@, à vista. Na localidade de Três Lagoas também está estável e cotado a R$ 290,50/@, à vista. 

O mercado de reposição também segue aquecido no estado em que a novilha de até 240 kg está ao redor de R $3.000,00 por cabeça. Já o Macho Garrote de 240 kg está em torno de R $3.360,00 por cabeça, conforme divulgou a Scot Consultoria. 

Confira o relatório completo AQUI

Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário